Os meus

livros

Querem saber?

O processo de escrita é algo muito pessoal e intimidante. Encarar uma página em branco é um desafio mas, ao mesmo tempo, um processo libertador.

Quando me sento para escrever algo nem sempre sei o caminho que vou seguir… grande parte das vezes deixo apenas fluir. Tenho na imaginação uma das minhas grandes aliadas e não a aprisiono. Deixo-a ir para onde me quiser levar.

Adoro escrever e adoro ainda mais que gostem de me ler! 

Embarquei nesta aventura também com um propósito: ajudar a fomentar a leitura e a escrita, sobretudo nas crianças, de uma forma criativa e diferente. 

Ler é descobrir novos mundos, é alargar horizontes, é ver a vida de diferentes perspectivas.

É também um convite à imaginação, à fantasia e à arte de sonhar.

O duende que caiu da lua

“O Tomás é um rapaz curioso, destemido e fascinado pelo espaço, cujo maior sonho é ser astronauta. Quando, certa noite, o duende Katan lhe entra pela janela do quarto, fica espantado com a sua história e decide de imediato ajudá-lo. Porém, cedo percebe que não é nada fácil levar o duende de volta a casa que fica… na Lua!

Será que o Tomás vai conseguir que o Katan regresse para junto da família?

A imaginação, a determinação e a amizade do Tomás serão postas à prova numa missão com um final pouco provável. Mas ele agora já sabe que as coisas improváveis podem acontecer.”

A lua, um dos elementos que mais fascina crianças e adultos. Neste livro ficamos a saber porque brilha tanto e também a conhecer a bonita história de amizade do Tomás e do duende (Katan). Escrita que nos permite sonhar, acompanhada de ilustrações deliciosas.

Ana Teresa Pontífice

Ilustradora

Esta é uma história que nos fala de sonhos, de amizade, de saudade e do que somos capazes de fazer quando acreditamos que não existem limites.
Uma celebração da sabedoria da inocência num texto recheado de valores estruturantes para os mais pequenos, lembrando também os adultos de como é importante acreditar que tudo pode ser possível

Eduardo Marques

Director criativo

Há pessoas que só acreditam no que veem.
Eu acredito nos lugares onde a nossa imaginação nos leva.
Com “O duende que caiu da lua” voei para um sítio mágico e, com o Tomás e o seu amigo Katan, descobri a aventura de crescer na Amizade.

Teresa Coelho

Educadora de infância

error: Conteúdo protegido